quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Parar é preciso.

Sei que poderá ser do período estar a chegar. Sei que poderá ser do tempo. Sei que poderá ser da minha cabeça. Mas na realidade parece que por vezes não me consigo mexer.
Fico parada no meu canto como se alguma força me prendesse. Como se algo me obrigasse a não fazer nada. A não ser nada. Simplesmente ver tudo a passar e não fazer nada para mudar. Acontece me muitas vezes. No trabalho. Na vida pessoal.
Ter por exemplo um anúncio de um emprego novo e não me candidatar. Ou querer arranjar as unhas e não me mexer com preguiça.
Sei que pode ser paranóia. Pode ser meu. Um problema meu. Da minha cabeça.
Mas acontece tantas vezes que chego a pensar que há alguma força por aí.
Mas na verdade sou apenas eu. Que não tenho vontade de fazer nada. E o corpo manda. E a preguiça vence.
Vou descansar. Hoje não me recomendo. 

 
Foto do Pinterest - ver mais aqui  

Sem comentários: