segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

One Minute Meditation| Meditar é fácil

Vê sempre o lado bom.

Nota para nunca esquecer:

Ver sempre o lado bom de tudo na Vida! Há sempre alguma coisinha boa no meio de uma tragédia!
Por isso o importante é saber encontrar esse pedacinho bom. Mesmo que tudo esteja mau, aproveita esse momento também. Vive o momento mau. A depressão. Porque é quando estamos mal que valorizamos o bom que a Vida nos dá! 
Este é o lado positivo!

Imagem do Pinterest 

Mantra para todas as segundas-feiras!


Imagem retirada do Pinterest

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Never. Give. Up.



Esta curta persegue-me desde sempre. Hoje encontrei-a por acaso quando andava a ver curtas pelo YouTube.

Não tem um final feliz (ora bem, isso depende da perspectiva), mas está muito gira!

Vale a pena ver.

Video realizado por Arthur Philippe em 2012. 

Domingo

Este fim de semana poderia ser de três dias. Dava-me muito jeito ter um dia a mais entre sábado e domingo. Acho sempre que dois dias de folga nunca chegam.

Ontem tirei o dia para arrumar a casa. Os meus pais vieram cá jantar e saíram para ver o Miguel Araújo e o António Zambujo no Coliseu do Porto.

Eu fiquei por casa com o mais-que-tudo. A casa ficou limpa mas nem pude vir ao blogue porque não deu tempo para tudo.

Hoje decidi dormir. (também preciso) Ignorei o despertador e deixei-me ficar na cama. Só me levantei quando já me doíam as pernas de estar tanto tempo deitada. Mas a verdade é que acordei cheia de energia. Umas boas horas de sono e estou como nova!!

Por fim posso dedicar algum tempo ao meu cantinho preferido. Adoro estar de folga e ter tempo para pesquisar coisas giras para o blog. Poder dar uso ao computador e deixar me levar pela escrita.

Estamos com planos cá por casa. (para não variar)
Criamos um objetivo logo no inicio do ano: ter uma autocaravana para podermos viajar ainda mais. E desde o inicio de 2016 que estamos a juntar dinheiro para a nossa carripana.

Felizmente temos conseguido juntar o suficiente para investir para breve e decidimos que em vez de comprar a autocaravana, optamos por transformar uma carrinha normal numa casa com rodas!
E está mesmo a acontecer.
Já andamos malucos a ver carrinhas; eu (como é óbvio), já ando a ver decorações de interiores para carrinhas velhas! Ahahahah
Não faço ideia como se transforma uma autocaravana, mas vejo sim, que há mil e uma coisas giras que se podem fazer a pouco custo.

Não queremos um hotel 5 estrelas com rodas, queremos sim, o conforto necessário para poder viajar como queremos, e podermos dormir onde e quando quisermos (dentro das legalidades).

Confesso que estou ansiosa com a ideia de andar por aí a passear sem rumo! Já o fazemos mas ir e poder pernoitar, por exemplo num fim de semana, tem outra magia e, ainda mais, podemos ir mais longe! :)

Foto do Pinterest

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Dias de Chuva

Istocomeçaaquieagora

Ontem fomos andar outra vez. Desta vez foi completamente diferente. Muito melhor e muitos mais kilometros. Fizemos desde a anémona em Matosinhos até à Ponte D. Luís na Ribeira do Porto. Foram 18 km no total com paragem de uma hora para almoçar.

Demoramos cerca de 4 horas a fazer todo o caminho e por mais que pudesse doer o corpo não foi de todo algo impossível de fazer.

Óbvio que os pés ficaram doridos, as pernas doem um bocadinho mas ainda assim correu muito bem e chegar ao fim com o objetivo cumprido é gratificante.

Não houve bolhas nos pés desta vez. Estava preparada com algodão e meias grossas.

Hoje estou de volta ao trabalho, com poucas dores e muito ânimo. Começou a chover e dizem que vai chover até ao final da semana mas queremos andar na mesma. Não queremos parar.

Parece que o corpo pede mais caminhadas. E é bom. É uma sensação boa!

Nunca mais chega Maio para irmos!!! Eu já estou ansiosa e ia já se pudesse! :)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A reter do primeiro dia:

Usa sempre meias grossas com as sapatilhas;
Mentaliza-te que o querer fazer xixi mal sais de casa para caminhar é apenas psicológico e derivado do sistema nervoso;
Nunca te esqueças do elástico para o cabelo;
Usa roupa sempre confortável;
Aprecia a paisagem.

:)

Istocomeçaaquieagora

O início.

Fotos tiradas por mim|Instagram

De férias!



Fotos tiradas por mim| Instagram

Dia 1. Isto está mesmo a acontecer

21/02/2016 - 2.38h da manhã

Hoje foi o dia Um. O dia que iniciei as caminhadas. Tomámos a decisão de ir a Santiago de Compostela a pé. Vamos em Maio e por isso, estamos a começar os treinos.

Hoje foi o primeiro dia. E eu não consigo dormir. Porque me doi uma perna e tenho uma bolha gigante em cada pé. Fiz apenas 8 km. Andei uma hora e meia. E já estou em sofrimento.

Hoje é o dia Um. Oficial. O início dos treinos. E eu já faço esforços para não desistir.
Vai ser uma luta espiritual. Uma luta comigo mesma. Umas das lutas mais do difíceis da minha vida até agora.

Quero mesmo ir. Mas já vejo obstáculos. O meu corpo já me diz para ficar em casa que no sossego do lar é onde fico melhor. A perna dói. Mal posso andar por causa dos pés. E só fiz 8 km. Oito! E já dói.

Vai ser difícil. Mas eu quero mesmo fazer isto. Quero mesmo! Vai custar. Mas eu preciso disto para mim. Vai me fazer crescer mais um bocadinho. Como ser humano. Como pessoa neste mundo.

Não posso ouvir o meu corpo. Não vou deixar que o corpo vença.
Amanhã faço os curativos aos pés e vou caminhar de novo.

Eu consigo! Eu consigo! Eu consigo!

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Dias felizes com sol

Estar em casa com a família é luxo! Sou rica em Amor. Sou gorda de tanto carinho e estou com diabetes de tão docinha que fico quando estou com os mimos dos papás e do cão e do meu príncipe.
Estou na terrinha. De férias até quarta feira. E cheia de energia positiva.
Viva o Amor e o Sol e os sorrisos estampados! :)

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Monica Crema| Adoro esta menina|Ode ao Amor


Fotos do Pinterest  

Segunda-feira|Há males que vêm por bem|Falemos de merda

É segunda-feira e eu estou a adorar.

Não sei se é psicológico mas se for, prefiro deixar estar assim.
Sinto-me bem. Sinto-me muito melhor. O meu corpo sente-se leve. Pode ser da minha cabeça, mas eu gosto deste auto-engano.

Mudei a minha alimentação por completo. Comecei este fim de semana a comer melhor. Muito melhor.
Basicamente na sexta-feira correu muito mal o dia. Tive (muito) sangue nas fezes e fiquei chocada com a gritaria que saiu (literalmente) do meu corpo. Nunca tinha passado por tal coisa e foi um susto daqueles. Mas foi um susto que serviu de alerta.

Nunca fiz a digestão corretamente e pelo que tenho falado, também nunca fiz um cocó em condições. Diz que tem de boiar e não pode sujar o papel higiénico. Ora a mim nunca me aconteceu ter nada a flutuar na sanita nem nunca deixo o papel higiénico branquinho... Sim, sou gaja e também faço cocó, ok?

Sendo assim criou-se uma revolução cá em casa onde impera a verdura e a fruta! Fomos ao sítio do costume, aka Pingo Doce, e trouxemos dois sacos cheios de coisas saudáveis.
Já fizemos sopinha (que tem sido uma constante cá em casa) e começamos a cozinhar coisinhas boas. Até para levar para o trabalho tenho coisas novas e boas. (hoje até fiz propaganda às sementes de girassol)

Compramos também seitán e soja texturizada para experimentar... vamos lá ver...

A verdade é que estes dias de couves, grelhados e frutinha, têm me feito muito bem. Sinto-me bem pah!
Não consigo explicar mas é como uma leveza no corpo... por mim, se é para estar assim, deixo já de comer carne! Bastou deixar os açucares. Bastou deixar as bolachas/snacks durante o dia. E passei a comer fruta e frutos secos e tostas de milho. Até parece que o dia rende mais!

Estou muito contente com esta mudança. E acredito que não mudo de alimentação tão cedo!






 Foto do Pinterest

Mantra|Today

Feliz segunda-feira.

Foto do Pinterest

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Feliz dia do amor-comercial

Para mim o Amor acontece todos os dias. 
Sejam felizes e amem-se todos os dias! :) 


Foto do Pinterest

Mau tempo | Solinho bom

Os dias têm sido assim. Com chuva e sol.  Com estas fotos lindas!

Fotos tiradas por mim|Instagram

Ainda sobre a chuva


Estamos a passar uma fase de mau tempo. Muito mau tempo.

Chuva forte, trovoada, muito vento... os rios sobem, está tudo alagado e em alerta vermelho.

Não saí de casa todo o fim de semana. Deu para arrumar as minhas coisas e organizar-me "cá dentro".

Hoje passei o dia todo na janela. A ver o vento e a chuva. A ver as pessoas corajosas a tentarem sair de casa com os guarda-chuvas todos partidos.

Vi também um senhor de cadeira de rodas... a andar na rua com muita dificuldade. Eu estava na janela, um bocadinho longe para ir ter com ele (apesar de ter pensado duas vezes em sair de casa só para o ir ajudar).
Passaram 3 pessoas por ele e Nenhuma (!) se dignou a ajudá-lo a passar nem a passadeira... fiquei em estado de choque e quase a sair de casa.
Mas por fim um senhor passou e ajudou o pobre homem a passar a estrada e ir para um lado onde pelo menos o vento não era tão forte.

Cairam-me as lágrimas ao ver este episódio. Como é possível ainda haver gente assim? Que ignora as outras pessoas. Que só pensa em si mesmo e não tem o gesto de ajudar o outro...
É incrivel. E eu senti me chocada.

São realidades. Realidades egoistas. Feias. Isto são pessoas feias neste mundo.
Que por mim bem podiam ser levadas pelo vento.

O registo da Bondade.
Foto tirada por mim, sem filtros.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Dias de Chuva

Não gosto de chuva. Nunca gostei. Mas mesmo assim hoje faço com que o dia seja lindo e cheio de cor.
Estou feliz. Mesmo chovendo.
Foto do Pinterest.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

E esta hein?

Há 3 anos atrás... estava em Andorra. 

O Facebook tem aquela coisa que nos obriga a reviver o passado. Recebi mal acordei uma notificação a dizer que há 3 anos atrás estava a jantar numa pensão. 

Há 3 anos vivia numa pensão (até custa escrever isto...) sem cozinha ou sala ou até uma sanita interior (apenas tinha lavatório e um chuveiro velho)
A imagem abaixo é a foto do meu quarto/casa na altura.
Fizemos um jantar em cima da cama. A minha mãe e a sua melhor amiga tinham ido lá ver me. Mais uns amigos que ajudaram nas mudanças na altura.
Não havia outra forma de comer que não fosse pizza ou algo já feito. Nem micro ondas tinha.
E o frigorífico era a varanda pois nevava naquela atura. 

Posso dizer que aí aprendi que as coisas boas da vida não são coisas. Porque eu não tinha nada mas estava bem feliz. Feliz porque pelo menos tinha onde dormir. Tinha amigos que me ofereciam comida. Tinha a família a ajudar em tudo o que podia. 

Foram os tempos mais duros da minha Vida. E hoje olho para trás e vejo a guerreira que fui.
Deixei tudo o que tinha. Do bom e do melhor. Dinheiro, casa, carro, ginásio... tinha tudo. Mas não era feliz. E por isso larguei tudo (literalmente falando) e comecei de novo. 

Hoje. Passados três anos...
Estou tão bem! Tenho tudo! Sou ainda mais feliz!
Não desistam nunca de lutar. Não deixem nunca de acreditar. A Vida tem destas coisas. Mas nunca deixa de nos surpreender.
Sejam felizes!

Nota: hoje, três anos depois, voltei ao trabalho depois de um dia e meio em casa doente. Quando cheguei deram me uma prenda do nada. De uma pessoa que eu nem esperava. E esta hein?


Foto tirada por mim.  

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Amar é isto.


Amar é estar doente e o Amor trazer peixinho.
Amar é dar beijinhos mesmo com tosse.
Amar é dar as mãos.
Amar é sorriso. 
Amar é tudo. 
E eu amo-te. 



Fotos do Pinterest

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Diz que é gripe.


Não respiro pelo nariz, doi me o corpo, estou sonolenta e muito quente (e não no bom sentido da palavra)...
Para o que me havia de dar... oh... detesto estar assim.

Mas nesta Vida, nem sempre é tudo perfeito...
As melhoras para mim.

Foto retirada do Pinterest.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Karma vs Escolhas

Temos discussões eternas em casa sobre karma vs escolhas. 

Eu acho que há destino e karma. Ele acha que escolhemos tudo o que fazemos e não é por culpa do karma que passamos pelo que passamos nesta Vida.
Estou doente. Para mim foi karma. Porque passei um fim de semana maravilhoso logo, o equilíbrio da Vida (o karma) faz com que tenha um dia (ou vários dias) doente de forma a saber dar valor à felicidade e ao bem estar. 

No entanto a minha escolha é ir trabalhar e aguentar com as dores no corpo pois preciso do trabalho para viver essa tal felicidade. Sem trabalho não posso ir de férias. Sem dinheiro não vou a nenhum lado.
São escolhas sim. Mas eu não escolhi estar doente hoje.
Para mim foi o karma.

Tenho dito. E a discussão continua....

Foto retirada do Pinterest


 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Primeiro Retiro do Ano | Conclusão

Ainda não tinha falado do que sucedeu na viagem para casa! 

Um belo passeio pelo Douro. Uma paragem em Fridão para uma festa dos rojões na junta de freguesia e mais uma experiência sociológica num café da terra.

Seguiram-se horas de viagem, sempre pela nacional e sempre de bom humor.
Planos para o futuro? Viajar mais. 

E conhecer mais o nosso Portugal que tem maravilhas escondidas por aí!

E ainda mais paraíso no campo

Casa do Engenho - Canadelo - Amarante|Janeiro2016

 
 

Fotos tiradas por mim e pelo M. |Instagram